Pele

JEREMIAS | Pele é o vencedor do Prêmio Jabuti 2019

O quadrinistas Jefferson Costa contou como foi a premiação aqui pra gente do Rede Comics

Não é muito comum nas histórias em quadrinhos brasileiros, a figura do negro protagonizar uma HQ, graphic novel ou tirinhas. Um dos primeiros personagens criado por Maurício de Sousa, em 1960, Jeremias saiu do papel de coadjuvante este ano para se tornar a primeira edição do selo Graphic MSP a receber o prêmio Jabuti 2019. A diferença do Jabuti em relação a outros prêmios é o seu alcance, pois além de valorizar escritores, o prêmio destaca a qualidade do trabalho de todas as áreas envolvidas na criação e produção de um livro.

Jeremias enfim teve sua estreia em um título próprio, e no 18° álbum do selo Graphic MSP, no qual artistas nacionais colocam suas ideias e traços próprios para novas versões dos personagens da Turma da Mônica.


Rafael Calça e Jefferson Costa os vencedores do Prêmio Jabuti 2019 (Foto: Sidney Gusman)
 

Para esta tarefa, foram escalados os artistas Rafael Calça e Jefferson Costa, que trabalharam juntos na HQ Feliz Aniversário, Feliz Obituário, lançada em 2005 na coletânea Front # 16 (Via Lettera).

Jefferson Costa que desenhou a obra falou para o Rede Comics como foi a premiação. "É difícil dizer. O reconhecimento do bom trabalho chega toda semana, desde que o livro encontrou os leitores, desde o começo, cada depoimento de molhar o olho, palavras de carinho de recebemos quase que diariamente. Os prêmios são uma confirmação dessa conexão. Esse  prêmio transcende o nicho."

"É uma faca de dois gumes. Estar na maior vitrine  dos quadrinhos brasileiros. É vitrine como é vidraça. O tema que muitos repelem... E como pretos, não tinhamos o direito de errar. Por outro lado, por ser algo tão real que faz parte de mim, do Rafael, de qualquer preto nesse país e em muitos lugares pelo mundo, foi naturalmente simples trabalhar com o Jerê." Disse Jefferson sobre a graphic novel.

Rafael Calça Sidney Gusman e Jefferson Costa seguram o Prêmio Jabuti 2019 (Foto: Sidney Gusman)
 

Sobre novas edições do selo." Essas coisas só Sidão e Maurício que sabem. "

Ah! Um recado. Lançando agora pela editora Pipoca e Nanquim meu novo livro, Roseira, Medalha, Engenho e outras histórias, livro contemplado e apoiado pelo PROAC Editais. Pra quem gostou de conhecer meu trabalho através de Jeremias, e quer conhecer mais, tá aí! Como meus trabalhos anteriores, que me levaram até o Jerê.

A premiação aconteceu nesta quinta (28), no Auditório do Ibirapuera.

A lista completa dos vencedores pode ser conferida no site da premiação.

Coment√°rios