Viva a Literatura!

Festa Literária do Xingu destaca narrativas fantásticas e faz homenagem a Walcyr Monteiro

Idealizada pela UFPA, II Flix conta com um leque de apoios institucionais, focaliza obras para o público infantojuvenil e abre espaço para a cultura de índios e ribeirinhos

O escritor paraense Walcyr Monteiro, falecido nesta quarta-feira (29), será homenageado daqui a 13 dias na II FLIX: Outras Margens, que acontecerá de 12 a 15 de junho em Altamira. O tema da II Festa Literária Internacional do Xingu é perfeito para essa homenagem: “A literatura infantojuvenil, as narrativas místicas e fantásticas: outras margens”. Essas histórias compõem um universo frequentado, com muita criatividade e extensa produção, pelo autor de “Visagens e encantamentos da Amazônia”, que chegou a 14 edições e se tornou o livro mais popular do escritor, que tem obra traduzida em cinco línguas.

“A Festa Literária Internacional do Xingu propõe-se como um grande evento de caráter literário, com desdobramentos artístico-cultural e socioambiental, colocando-se no rol das festas literárias realizadas no País, em diálogo com a produção artístico-literária amazônica, as narrativas orais do Xingu e as expressões étnico-raciais e socioculturais brasileiras e de outros paises”, define o texto de apresentação do evento, no site da II Flix, que é idealizada pela Universidade Federal do Pará.

Desde a primeira edição, o evento conta com o apoio financeiro dos Projetos do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX), da Associação de Prefeitos do Consórcio Belo Monte (ACBM) e da Norte Energia. A Prefeitura Municipal de Altamira e outras instituições públicas e privadas da região também são parceiras. Nesta segunda edição, a FLIX ganha a participação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura, passando a integrar o calendário oficial de eventos culturais do Estado, como parte da programação da 23º Feira do Livro e Multivozes. Também recebe o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, via Fundação Amazônia de Amparo a Estudo e Pesquisa (Fapespa).

Programada para acontecer em três locais da cidade de Altamira, a Flix deverá transformar-se já a partir deste ano, na opinião dos seus promotores, em um dos eventos literários mais importantes da região Norte. A programação ocorrerá no Centro de Eventos, na Casa de Memória e no Campus Universitário da UFPA em Altamira. Durante os três dias proporcionará, gratuitamente, uma série de atividades artísticas e socioculturais, sem perder de vista a arte literária, que é a essência da FLIX.

Serão conferências, palestras, oficinas, debates, painéis temáticos e lançamentos de obras através da Academia Altamirense de Letras. Contando também com um amplo espaço de serviços, estandes de editoras nacionais, exposições e feiras de artesanatos, de biodiversidade, de agricultura familiar e shows artísticos.

A II FLIX conta com a participação de indígenas do território da Transxingu, da comunidade acadêmica, da sociedade civil, das instituições de ensino públicas e privadas, dos órgãos governamentais e não governamentais, com destaque para nomes memoráveis da literatura regional, nacional e internacional.

Confira mais no site

Comentários